Magnésio e uma boa qualidade de sono

Tempo estimado de leitura: 7 minutos

 

 

Na vida, é necessário que você descubra aquilo que faz bem e também aquilo que não faz tão bem assim. Em relação ao sono, o magnésio pode ser um dos principais aliados, principalmente se o seu sono não está adequado.

Insônia é uma queixa extremamente comum no consultório médico e a prescrição de remédios para dormir tem crescido de forma alarmante. Para se ter uma ideia desse problema, o clonezepam é mais vendido que o paracetamol(antitérmico e analgésico) e pomada para assadura de bebês . Em 2008, chegou a perder apenas para o microvilar (um tipo de anticoncepcional).

*1. Insônia e ansiedade caminham de mãos dadas, e o número de pessoas acometidas por essas condições aumenta de maneira exponencial, fazendo com que o uso do Clonazepam tenha chegado a esse patamar. Um dos fatores envolvidos no aumento da insônia e ansiedade é a deficiência de magnésio, um problema muito comum no mundo ocidental, que acontece devido a hábitos alimentares.

Uma ampla pesquisa realizada nos EUA mostrou que mais de 80% da população americana tem ingesta diária insuficiente de magnésio. O magnésio é essencial em centenas de vias metabólicas no nosso corpo e quando se trata do sono, esse papel é ainda mais importante, pois participa de pontos chave na produção de serotonina e melatonina.

A serotonina é um neurotransmissor (substância química utilizada na comunicações entre neurônios) relacionado à sensação de bem-estar e prazer, enquanto a melatonina, hormônio produzido a partir da serotonina e liberado pela glândula pineal, na ausência de luz, tem a função de regular o sono e agir como antioxidante (reduz a inflamação e facilita a regeneração celular). Além disso outros neurotransmissores também são influenciados pelos níveis de magnésio, mostrando que o magnésio pode ajudar a melhorar o sono por vias diferentes.

Parece bom demais para ser verdade, mas se você pesquisar sobre suplementação de magnésio e insônia, irá encontrar dezenas de milhares de estudos, inclusive vários deles de excelente qualidade e rigor científico. Um dos artigos mais citados foi um estudo do tipo ensaio clínico duplo-cego randomizado (comparou Magnésio vs placebo) realizado com idosos (faixa etária em que mais de 50% dos indivíduos sofre de insônia) que foram acompanhados por 8 semanas.

* 2 No final desse período, quando os grupos foram comparados, aqueles que receberam magnésio tiveram aumento do tempo de sono, maior eficiência do sono, maior concentração de melatonina, redução do tempo necessário para o início do sono e redução da concentração sanguínea de cortisol (hormônio relacionado ao estresse). Dessa forma a suplementação de magnésio mostrou uma melhora significativa na qualidade do sono. Quando combinado a outras substâncias, como melatonina e vitaminas do complexo B, o resultado ainda é melhor.

Não é só o remedinho tarja preta de receita controlada que pode resolver problemas de insônia, sempre existem outras alternativas muito mais simples e menos danosas que podem melhorar muito a qualidade do seu sono.

 

Fontes consultadas:

1- http://revistacrescer.globo.com/…/0,,EMI27270-15565,00-RIVO…

2- Abbasi B, Kimiagar M, Sadeghniiat K, Shirazi MM, Hedayati M, Rashidkhani B. The effect of magnesium supplementation on primary insomnia in elderly: A double-blind placebo-controlled clinical trial. J Res Med Sci. 2012;17(12):1161‐1169.

3- https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3703169/

 

 

* Nota: Você deve sempre consultar um profissional de saúde, antes de tomar qualquer suplemento dietético, nutricional, herbal ou homeopático. O Armazem-Virtual.com não garante, nem se responsabiliza, pelas informações fornecidas neste site de fontes diversas em relação às preferências relacionadas a suplementos para todas as condições de saúde. Portanto, antes de iniciar qualquer dieta, exercício ou programa de suplementação, consulte um profissional de saúde. O Armazem-Virtual.com não garante, expressa ou implicitamente, os produtos ou serviços vendidos, incluindo garantias de comercialização e adequação a uma aplicação específica.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *